sábado, 2 de junho de 2012

Until the last moment



Capítulo 1
This is the end.


A separação era inevitável.
Todos os sinais estavam lá, tudo o que vimos acontecer com tantos casais ao nosso redor e que prometemos que nunca cometeríamos. Mais um de nossos juramentos que tinham sido quebrados. Éramos ingênuos, não sabíamos que algumas coisas não dependem de nós, que por mais que jurássemos que nunca faríamos algo, mais cedo ou mais tarde isso ia acontecer. O nosso relacionamento era feito de promessas esquecidas, desde o dia em que prometi que não entraria no quarto de hotel do Harry. Depois do primeiro beijo, eu jurei que não me deixaria envolver, e obviamente ignorei isso meses depois, quando ele  pediu-me em namoro. Anos depois eu quebrei outra promessa : Nunca me casar. Quando Harry pediu-me em casamento, eu nem hesitei, nem por um segundo pensei na minha promessa idiota. E no dia do nosso noivado, tínhamos prometido amarmo-nos para sempre. Será que ele não conseguia mais manter essa promessa? Porque eu com certeza ainda amava-o.
Nós namoramos à quase três anos, estávamos noivos há quase um ano, morávamos juntos há quase dois anos, o casamento seria apenas uma formalidade, já que eu já nos considerava casados. De qualquer modo, o nosso casamento era em quatro meses e eu já não sabia se realmente isso iria acontecer.
Eu sempre soube que nosso relacionamento não seria como o dos meus pais, primeiro porque meu pai não era um famoso. Segundo porque Harry passava meses longe de casa e nem sempre eu podia acompanhá-lo. Eu sabia de tudo isso, mas com o tempo, parece que as coisas passaram a tomar outro rumo. Logo quando começamos a namorar, prometemos que nunca ficaríamos mais do que uma semana sem nos vermos, que no sétimo dia um de nós voaria até o outro. Enfim, Harry voltou ontem para casa depois de um mês sem me ver. Um mês.
Levantei-me da cama, ele não estava lá. A minha camisola estava no chão, o sexo não era mais o mesmo. Suspirei e a vesti, caminhei lentamente até à casa de banho. A toalha molhada dele estava no chão e o vidro estava embaçiado, porque ele não tinha aberto a janela. Rolei os olhos e arrumei tudo antes de fazer a minha higiene.
Desci as escadas e Harry estava a tomar o pequeno almoço sozinho. Ele murmurou ‘bom dia’ e eu fiz o mesmo enquanto roubava alguns ovos com bacon do prato dele e colocava na minha torrada.
- Como estão os rapazes?
- Eles vêm almoçar aqui. – Ele não se deu ao trabalho de olhar para mim ao responder.
- Certo, devo preparar algo em especial, ou tens algo em mente?
- Eu vou fazer algo, não te preocupes.
- Harry – falei e esperei até que ele me olhasse para continuar – Está tudo bem? – Um breve silêncio se acumulou e eu ri  sarcasticamente – É claro que não está nada bem, é como se tu nem ligasses.
- Quem disse que eu não ligo? – O tom de voz dele era exatamente o de alguém que não liga e isso  irritava-me.
- Ah, então quer dizer que é normal tomares o pequeno almoço sozinho depois de ficares um mês sem ver a tua mulher?
- Eu só não quis acordar-te, só isso. – Ele não me olhava nos olhos.
Tudo aquilo me irritava e ainda não era nem onze da manhã.
Subi as escadas e decidi ligar para a Daniela, se Louis estava na cidade, a mulher dele também deveria estar por aqui.
- Daniela? Estás aqui em Londres?
- Claro! – Ela falou como se fosse muito óbvio. Daniela é uma atriz que participou  num videoclip dos One Direction anos atrás. Louis apaixonou-se  por ela assim que a viu gargalhar por algo idiota. Ficamos amigas porque Louis era tímido demais para convidá-la para um encontro, então eu e Harry íamos juntos e nos aproximamos assim. Ela é diferente do que eu achava depois de ler algumas revistas de fofocas. Ela e Louis casaram-se alguns meses depois, todos diziam que eles eram loucos e que não iam durar, pois bem, eles estavam juntos há três anos e pareciam firmes.
- Vens almoçar aqui então? – Falei com um sorriso parvo no rosto, finalmente alguém que eu podia falar sobre o Harry e tudo mais.
- Sim! Vamos tomar alguns shots, há muito tempo que não ficamos bêbadas juntas – Ela falou a rir, com a Daniela tudo era uma grande festa.
- Parece-me bem – Disse tentando sorrir. Desliguei o telemóvel e atirei-me de costas na cama. Será que essa era a melhor medida a se tomar?

6 comentários:

Daniela Ribeiro disse...

ñ era a melhor atitude a tomar bf, pqe tu não gostas de alcool (x

ac. disse...

; que perfeito *-*

Jessica Martins disse...

só se safari, desculpa atão bf xd

Daniela Ribeiro disse...

safari, graças a mim :b tens de experimentar mais para ver se gostas de mais alguma (x

Jessica Martins disse...

obrigada qbf *-*

Jessica Martins disse...

pois é bf xd