terça-feira, 26 de junho de 2012

Living The Dream


14ºCapitulo
 A vida é como um cubo magico, a cada passo, menos uma dificuldade.

Arranjamos as coisas, foi pouco o tempo que passamos naquele hotel longe de tudo e de todos, quase nem aproveitamos a temporada juntos direito. Fomos para o aeroporto, e algumas fãs nos descobriram, o Liam disse que não havia mal, ele tirou algumas fotos com elas. Até que houve uma fã com 14 anos, que veio até á minha beira e me perguntou se eu namorava com o Liam, não falei nada para mim era tudo muito irreal, ela acabou por falar sem me deixar responder á sua pergunta, disse-me com firmeza nas palavras que se eu namorasse com ele que apoiaria Liam, e que eu uma rapariga sortuda e que não o devia fazer triste se o fizesse ter-me-ia de a ver com ela. Por fim falou que eu ela linda, e que Liam não poderia escolher melhor.
Com poucas palavras, e sem resposta da minha parte, esta rapariga seguiu o seu caminho com um sorriso enorme no rosto por ter estado com o seu ídolo. Senti-me a rapariga mais sortuda no mundo, tinha o amor do Liam algo que muitas raparigas desejavam.
-Vamos Danielle?
-Vamos sim meu amor.
-Posso te pedir uma coisa?
Respondi que sim, aí ele falou - Não queria expor a nossa relação, sei que as nossas directioners irão aceitar, mas algumas não. Quero-te proteger até ficarmos estáveis.
-Eu entendo Liam, e tens razão é melhor para ambos, obrigado por estares a fazer isto - agora intendia o Liam, algumas raparigas não iriam aceitar e dizer que não o merecia, o que me ia entristecer um pouco.
Na volta a casa contei ao Liam como vim para Londres, falei-lhe que me zanguei com os meus pais e fugi de casa, eu tinha vindo com o irmão da Joana e com ela estudar para Londres, foi aí que participamos no concurso ao qual não tive coragem de continuar, contei ao Liam que ele não era o único que amava musica que eu tambem venerava, dançar foi uma oportunidade única de fazer metade de um sonho, abriu-me as portas para o futuro para recomeçar a minha vida em Inglaterra. Era tão nova que aprendi a comportar-me como uma adulta e a minha adolescência acabou no minuto que entrei no avião para viver uma aventura
De certa forma, cresci muito rápido, deixei os meus amigos, o meu ex-namorado, a minha família tudo em Portugal, tinha um objetivo ser feliz, algo que não iria conseguir ser em Portugal.
Chegamos ao nosso local destinado, agora sim tinha algumas fãs á espera do Liam. Tínhamos combinado antes se houvesse algumas fãs no aeroporto para eu seguir o meu caminho, que depois mais tarde nos encontrávamos. Foi o que fiz, deixei o Liam para trás, chamei um táxi e fui para casa.

[Jessica]
Estava arrumar a casa, estava tudo uma desordem secalhar por não estar lá a Danielle e por eu ter desarrumado tudo quando decidi dançar encima das coisas. Ouvi a porta abrir, imaginei que fosse a Dannie, quem mais seria?
-Dannie – disse – aonde estiveste ontem, nem uma mensagem, obrigado.
- De nada Jessica – disse ela entrando.
 -Estava a ser irónica.
-Eu também, que desordem é esta? Jessica, fizeste uma festa?
-Eu vou-te contar, depois de ir ao teu computador, entrar no facebook e depois no twitter e perceber que o Harry Styles me estava a seguir, gritei muito e dancei a noite inteira, fim.
-Uau Jessica, o teu sonho de criança realizou-se quando começas a entrar na adolescência.
-Tenho 16 quase 17, não sou criança.
-Eu sei o que falei loira.
-Estupida – disse-lhe, nesse momento destruímos um pouco mais a casa – conta-me, o que aconteceu entre ti e o Liam, já te tornaste mulherzinha?
-Sua perversa, para sua informação menina Martins, eu sou uma mulher, e para seu conhecimento eu namoro com o Liam – disse-me atirando uma almofada á cara.
-Jura, e não fizeram nada?
-Ó Jessica.
-Que é Danielle. Nem te passou pela cabeça isso?
-Não sou como tu sabes? – Falou a Danielle.
-És pior Dannie, eu sei. Mas diz-me, onde foram?
-Espanha, ficamos numa vila, num hotel. Eu não me importava ter ficado em casa dele, ou algo parecido. Mas que foi lindo foi.
-Ficaram lá pouco tempo, para que foram?
-Para ele me pedir em namoro num sítio romântico.
-O João pediu-me no elevador do centro comercial, eu acho romântico.
-A falar nele como estão?
-Não sei mesmo melhor amiga, não falamos e eu quero continuar a minha vida aqui, já liguei aos meus pais a dizer que continuava aqui os meus estudos como estás a fazer.
-E eles?
-Eles concordaram, se é o que eu quero que seguisse o meu sonho.
-E o João?
-Já nem sei o que é mais ama-lo, achas que deva acabar.
-Estás a 3 passos de namorar com o Harry Styles, e namoro á distancia não é muito estável quando não se é casado.
-Eu vou acabar com o João, é o melhor mesmo.
-Agora?
-Sim agora mesmo, olha só – Eu não queria acabar com o rapaz ao qual chamava de namorado, foi com ele que aprendi tudo sobre amor, mas era o melhor para ambos, peguei no meu telemóvel e marquei o número dele.
-João, é a Loira.
-Loira, ainda és viva?
-Sem piadas João – claro que eu era viva.
-João quem te ligou – ouvi uma voz atrás.
-Quem está contigo João?
-Jessica á dois meses ou mais que não estamos juntos, homem não é de ferro desculpa?
-Tu não o fizeste pois não João?
-Desculpa Loira, acho que terminamos por aqui.
-Quem termina aqui sou eu – Desliguei, como ele teve coragem de me trair? Estar com outra rapariga além de mim.
-Jessica?
-Ele traiu-me Dannie, como é que me pode fazer isto? Nós namorávamos – disse eu rapidamente.
-Jessica, acabou?
-Sim entre nós acabou, eu pensava que ele me amava.
-Se houvesse finais felizes ainda estavam os dois juntos Loira. Lembra-te que lhe fizeste o mesmo.
-Mas foi só um beijo.
-Loira, pensa que foi melhor assim, vou comer algo até já, pensa nisso.

Espero que tenham gostado *-* ♥

2 comentários:

PortugueseDirectioner disse...

Passa no meu blog, tenho um desafio lá :)

Amanhã vou começar a ler a fic, hoje já não dá tempo :\

Daniela Ribeiro disse...

estabom (:

ok obrigado (: